DIVÓRCIO

É a ruptura do laço matrimonial, permitida pela Lei de Moisés (cf. Dt 24,1-4 e nota). Nas tribos do Médio-Oriente era usual a poligamia (Jz 8,30; 2Sm 3,7; 16,21; 1Rs 11,1-8; Gn 4,19). Mas o progresso da fé num Deus único orientará os costumes para a fidelidade a uma só mulher, como sinal da fidelidade a um só Deus (Esd 9,1s; 10,3; Ml 2,10-11; Tb 8,1s; Ecl 9,1-9; Eclo 26,1-18).

A própria criação postula a monogamia (Gn 2,18-24; 1,26-31). A este ideal se refere Jesus (Mc 10,2-9; Mt 19,3-9; 1Cor 7,10-11; Lc 16,18) ao proibir o divórcio (Mt 5,31s; cf. Rm 7,2s; 1Cor 7,10s.27.39) e proclamar a indissolubilidade do Matrimônio, sacramento de união entre Cristo e a Igreja (Ef 5,22-23).

Livros recomendados

Visite a livraria

image

Sócrates Encontra Marx

image

Catena Aurea – Vol. 2 – Evangelho de São Marcos

image

Chesterton – Autobiografia

image

O Evangelho de São Marcos – Cadernos de Estudo Bíblico