HUMILDADE

Não se identifica com a falta de caráter. Consiste em ter consciência das próprias limitações, não apropriar-se dos dons, valores, qualidades, reconhecendo que tudo se recebeu de Deus para o serviço de todos os irmãos (Jo 1,16; Lc 18,9-14; Mt 10,8; 1Cor 4,7; Jo 3,27; Tg 1,17; 1Cor 12,25-27).

O orgulho é o vício oposto à humildade. É o pecado do ser humano (Gn 2,17; 3,3-6). É o pecado capital dos pagãos (Is 10,13s; Gn 11,4-8; Sf 2,15).

Antíoco Epífanes encarna o orgulho dos poderosos (1Mc 2,49; 1,54-61). É o Anticristo (Dn 9,27; 11,31; 8,11; 2Ts 2,4; 1Jo 2,18; Ap 12,3s; 13,1-8).

Deus exalta os humildes e rejeita os soberbos (Lc 1,52s; Pr 29,23; 2Sm 22,28; Mt 23,12; Tg 4,6).

A humildade é condição indispensável para receber o Reino de Deus (Mt 18,1-5; 19,13s; 5,5; Sl 37,8-18) e para entender os mistérios do Reino (Mt 11,25; 1Cor 1,26-31).

Cristo, sendo Senhor, fez-se servo para curar o orgulho dos homens (Fl 2,5-11; Mt 20,28; Jo 13,12-16; 2Cor 8,9). Ele é manso e humilde de coração (Mt 11,29). Veja “Cristo, o Servo de Javé”.

Livros recomendados

Visite a livraria

image

Chesterton – Autobiografia

image

A Carta de São Paulo aos Romanos

image

270 perguntas e respostas sobre sexo e amor

image

Sete Mentiras Sobre a Igreja Católica