MARIA (MÃE DE JESUS)

É a cheia de graça (Lc 1,28): Indica a beleza e a fidelidade da esposa (Eclo 26,13-15).

Maria, Filha de Sião : Os profetas convidaram a Filha de Sião a “alegrar-se”pela presença do Messias (Sf 3,14-18; Zc 2,14; Is 12,6). Lucas (1,28-38) saúda a Virgem com um grito de alegria. Em At 1,12-14, onde se narra o nascimento da “Nova Sião” (a Igreja), Maria encontra-se presente.

Maria,a bendita entre as mulheres (Jz 5,24; Jt 13,17s; Lc 1,42). A aliança de Deus com Abraão é fonte de bênçãos (Gn 12,2s; 13,16; 15,5; 17,2-6; 22,17). Deus abençoará o fruto das entranhas daqueles que lhe são fiéis (Dt 7,12s; Lc 1,42).

Maria, Arca da Aliança : A expressão “o Senhor está contigo” (Lc 1,28) é uma fórmula da Aliança. Deus está com Maria como esteve com Abraão, Isaac, Jacó, Moisés, etc. (Gn 26,3.24; 31,3; Ex 3,12; 2Sm 7,9; Jr 1,6-8; Dt 20,1-4; Is 7,14; 41,8-14; 43,1-5).

Maria, mãe do Messias, Servo Sofredor (Gn 3,15-17; Is 7,14; Mq 5,1-15; Mt 1,23; Jo 19,25-27; Ap 12).

Cântico da Serva do Senhor: No Magnificat distinguem-se três coisas: o cântico de vitória e de louvor (Lc 1,47-49); o cântico dos pobres de Javé (Lc 1,50-53); o cântico da Aliança com Abraã (Lc 1,54s; Gn 15,5s; Hb 11,8-19).

Livros recomendados

Visite a livraria

image

Nossa Senhora de Fátima

image

Imitação de Cristo

image

10 Livros Que Todo Conservador Deve Ler – Mais Quatro Imperdíveis E Um Impostor

image

Chesterton – Autobiografia